Como os projetos propõem mudança de regras da Constituição, foram enviados em forma de PEC, que têm um caminho mais demorado e requerem mais votos no Congresso.

Os textos trazem alguns pontos mais polêmicos, que, provavelmente, devem ser alterados pelos parlamentares durante a tramitação no Congresso.

Um ponto o que extingue municípios com menos de 5.000 habitantes e com baixa arrecadação.

Porém, 2020 ano de eleições municipais, e deputados e senadores se empenham para eleger prefeitos e vereadores que serão seus cabos eleitorais no pleito de 2022.

Com 231 deputados e sete senadores, a frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público se organiza para evitar o que chamam de “Caça às bruxas”.

Líder do grupo, o deputado federal Professor Israel Batista afirmou que as propostas penalizam os servidores e trazem insegurança jurídica.

A PEC que cria o estado de emergência fiscal proíbe União, estados e municípios de promover funcionários, exceto de serviço exterior, judiciário, membros do Ministério Público, policiais e militares.

Este artigo foi resumido em 61%

Originalmente Publicado: 9 de Novembro de 2019 às 04:00

Fonte: Uol.com.br