A menina de 8 anos que foi encontrada morta depois de desaparecer enquanto brincava em uma praça na sexta-feira, em Chavantes, foi assassinada com 13 facadas, segundo o exame necroscópico.

O corpo de Emanuelle Pestana de Castro foi encontrado na noite de segunda-feira em uma área de mata na Fazenda Santana Nova, perto de um córrego, depois que o suspeito Agnaldo Guilherme Assunção, 49 anos, confessou que matou a menina a facadas e apontou o local do corpo.

O corpo de Emanuelle passou por autópsia na manhã desta terça-feira e o laudo do Instituto Médico Legal apontou que a menina levou oito facadas nas costas e cinco no peito.

“Ele alegava que tinha dado uma facada na costas e, na sequência, três no tórax. O exame necroscópico revelou que foram 13 facadas: oito nas costas e cinco no peito. Destas, seis são mais relevantes, foram mais profundas”, destaca o delegado.

Agnaldo vizinho de Emanuelle e confessou que matou a menina a facadas em Chavantes - Foto: Reprodução/TV TEM. O suspeito Agnaldo vizinho da família e relatou, durante depoimento polícia, que matou a menina por vingança contra a mãe dela.

Imagens em que a menina aparece brincando na praça e a caminho do parquinho em Chavantes também foram analisadas pela polícia.

No sábado, cão farejador ajudou nas buscas por Emanuelle em Chavantes - Foto: Reprodução/TV TEM. Logo após brincar em um parquinho, Emanuelle não foi mais vista por volta das 17h, quando a amiga que a acompanhava foi embora.

Este artigo foi resumido em 70%

Originalmente Publicado: 14 de Janeiro de 2020 às 13:58

Fonte: Globo