Edson Junior Garbeloto foi o único que tomou Belorizontina em uma festa de réveillon em BH. Cerveja contaminada teria causado a intoxicação de 17 pessoas em Minas Gerais.

“Eu achei que fosse a comida. Mas só eu passei mal e só eu bebi Belorizontina”, contou.

“Eu bebi uma cerveja dessa. Ninguém mais bebeu dela. Aí eu comi tudo o que o resto do pessoal comeu e tomei outra cerveja. Aí, de madrugada, comecei a ficar enjoado e vomitar muito. No dia seguinte fiquei prostrado e tive dois episódios de diarreia. Eu não entendia por que eu estava passando tão mal”, contou Edson.

Ao saber que a Belorizontina que tomou pertence ao lote investigado, o farmacêutico decidiu fazer exames clínicos e um boletim de ocorrência.

Cerveja consumida por mineiro que passou mal de lote investigado pela polícia.

Em nota, a cervejaria Backer informou que entrou na Justiça contra o recall de todos os rótulos e a suspensão das vendas.

A Backer afirmou ainda que o episódio apurado pelas autoridades limita-se ao lote da “Belorizontina”, não tendo qualquer relação com os demais rótulos, que possuem processos autônomos de produção.

Este artigo foi resumido em 55%

Originalmente Publicado: 14 de Janeiro de 2020 às 07:01

Fonte: Globo