O título do Corinthians no Mundial de Clubes de 2000 completa 20 anos nesta terça-feira.

A conquista do torneio, que marcou a estreia do formato atual da Fifa, respingou e despertou a cobiça do maior rival.

No ano seguinte conquista alvinegra, o Palmeiras resolveu tentar transformar a conquista da Copa Rio de 1951 em seu título mundial.

Em 2001 - após 50 anos sem qualquer alarde sobre o assunto -, o conselheiro Roberto Frizzo e dois jornalistas resolveram correr atrás de informações sobre a Copa Rio e montar um dossiê com intuito de tentar fazer a Fifa reconhecer o título como mundial.

No ano seguinte, a entidade máxima do futebol informou ao clube que não poderia considerar a taça como um título mundial.

“Em 2014, a gente amanheceu campeão do mundo. Eu respeito a Copa Rio 51, acredito que tenha sido o Mundial da época, mas a minha geração ganhar a Libertadores, ir lá no Japão, onde quer que seja, e ganhar o Mundial. Acho que o palmeirense quer esse mundial”, afirmou o ex-goleiro.

“A única coisa que eu quis dizer que a gente espera um Mundial desse aí. esse aí que vai acabar com as piadinhas do WhatsApp que a gente recebe todo dia. O palmeirense ficou bravo comigo: ‘pô, agora os corinthianos ficam zoando a gente, que você falou que a gente não tem Mundial’. Se eu falasse que tem Mundial, os caras iriam parar de zoar? Os caras iriam zoar do mesmo jeito”, completou Marcos.

Este artigo foi resumido em 57%

Originalmente Publicado: 14 de Janeiro de 2020 às 07:53

Fonte: Meutimao.com.br