Além de processar os veículos “Daily Mirror” e “The Sun” por “Matérias caluniosas” sobre sua vida pública e pessoal, o casal também fez questão de ressaltar em seu site, o SussexRoyal.com, que com o afastamento da realeza, eles não serão mais obrigados a dar tratamento diferenciado para publicações britânicas.

Em uma matéria do Buzzfeed norte-americano, manchetes em veículos como Daily Mail, Mirror e The Express sobre Meghan Markle e Kate Middleton foram comparadas.

A diferença no modo como Kate e Meghan são retratadas bastante gritante; enquanto as escolhas fashion da esposa de William são tratadas como bom gosto e sofisticação, as de Meghan são vistas como “Quebra de protocolo”.

Se Kate colocava a mão na barriga quando estava grávida, era um gesto carinhoso com o bebê; quando Meghan fazia, era uma estratégia calculada de marketing.

“O amado avocado de Meghan Markle ligado a abuso de direitos humanos e seca, vergonha millennial”.

“Será que a rainha não merece mais do que essa chocante ausência festiva? Richard Key examina o impacto da decisão de príncipe Harry e Meghan Markle de não passar o Natal com a família real”.

“Como príncipe Harry e Meghan Markle registraram mais de 100 itens, de moletons a meias, SEIS MESES antes de separação da monarquia - com novo império valendo até 400 milhões de libras”.

Este artigo foi resumido em 62%

Originalmente Publicado: 14 de Janeiro de 2020 às 21:45

Fonte: Uol.com.br