A foto “Pálido Ponto Azul” foi feita há 30 anos pela sonda Voyager 1, a uma distância de cerca de 6 bilhões de quilômetros da Terra.

Ela mostra nosso planeta como um ponto azul brilhante na vastidão do espaço, “Preso” dentro de um raio de luz solar.

O Planeta Vermelho, por exemplo, não podia ser distinguido em meio aos raios de sol que refletiam dentro do sistema óptico da câmera.

Carolyn Porco disse BBC, em 2013, que a foto proporciona uma “Visão cristalina e sem distorções de nosso lugar no cosmos que corrói toda ilusão e nos confronta com um poderoso reconhecimento de nós mesmos - um reconhecimento que nunca deixa de nos emocionar”.

NASA/JPL-Caltech/SSI. O britânico Garry Hunt, que fez parte da equipe de imagens da Voyager, diz que a foto mais relevante hoje do que nunca.

“Toda vez que dou uma palestra sobre clima e questiono o que alguém está fazendo agora em prol de uma mudança, mostro esta imagem, porque fica claro que a Terra um pontinho isolado. Esse pequeno ponto azul o único lugar em que podemos viver, e estamos estragando isso”, disse ele ao programa Today, da BBC Radio 4.

Espera-se que a sonda New Horizons, que sobrevoou Plutão em 2015 e agora está a pouco mais de 7 bilhões de quilômetros da Terra, tente em algum momento tentar repetir o feito fotográfico.

Este artigo foi resumido em 59%

Originalmente Publicado: 14 de Fevereiro de 2020 às 16:03

Fonte: Bbc.com