O cientista brasileiro Carlos Schaefer registrou um novo recorde de temperatura na Antártida, de 20,75 graus Celsius, rompendo pela primeira vez a barreira dos 20 graus no local.

Ele disse que nunca foi visto na Antártida um registro desse.

A temperatura registrada em 9 de fevereiro foi de 20,75º C, disse Schaefer, que esclareceu que o dado de pesquisa não parece antecipar mudanças climáticas.

Dias antes, na quinta-feira, a base de Marambio, administrada pela Argentina, já havia registrado temperatura recorde para a região, com 14,1°C, a mais alta para um mês de fevereiro desde 1971.

Naquele mesmo dia, a base científica Esperanza, também administrada pela Argentina e que fica no norte do continente, registrou outro recorde, o de maior temperatura da história da região, com 18,3°C, superando a medição mais alta anterior, de 17,5°C, em 24 de março de 2015.

O ritmo de elevação do nível dos mares está aumentando, segundo especialistas da ONU. Durante o século 20, por exemplo, o nível dos mares subiu cerca de 15 centímetros.

Na Antártida, uma das maiores geleiras do continente segue sendo observada por pesquisadores dos EUA e Reino Unido por meio da Colaboração Internacional da Geleira Thwaites, que indica que o derretimento dessa geleira poderia elevar o nível dos mares em até 65 centímetros.

Este artigo foi resumido em 24%

Originalmente Publicado: 13 de Fevereiro de 2020 às 20:43

Fonte: Uol.com.br