Bolsonaro afirmou que Moro foi “Até educado” ao chamar o deputado Glauber Braga de “Desqualificado”.

Leia Mais:Um dia depois de sessão tumultuada, Moro volta a discutir com deputados do PSOL. Durante transmissão ao vivo em sua conta no Facebook, Bolsonaro afirmou que não estava defendendo Moro, mas sim falando a “Verdade” sobre o assunto, e ressaltou que Braga citou sua família ao criticar Moro.

Nosso ministro da Justiça, Sergio Moro, esteve na Câmara ontem e teve um deputado do PSOL, que dispensa comentários, o Glauber Braga que acusou ele de estar defendendo milicianos, no caso, citando a minha família - relatou Bolsonaro.

O presidente leu uma publicação do Moro no Twitter, em que ele afirma que propôs legislação contra as milícias em seu pacote anticrime, e que o PSOL foi contra as medidas, e endossou a crítica do ministro, ressaltando que conhece bem o assunto por ser do Rio de Janeiro, e parabenizou Moro.

Então, o PSOL defende as milícias, eu não quero me aprofundar aqui porque eu sou do Rio de Janeiro, temos uma noção do que acontece no Rio de Janeiro, mas o PSOL aqui foi contra criminalizar as milícias no projeto anticrime do ministro Sergio Moro.

O Moro foi até educado, mas a verdade tem que ser restabelecida.

Na quarta-feira, em meio discussão com Braga que culminou no encerramento da sessão, Moro já havia citado o argumento do pacote anticrime.

Este artigo foi resumido em 49%

Originalmente Publicado: 13 de Fevereiro de 2020 às 21:29

Fonte: Globo