De Race’n’Chase a GTA. A história de GTA começa com Sam e Dan Houser, dois jovens de Londres que cresceram influenciados pelo cinema norte-americano, em especial histórias urbanas e violentas, como Os Implacáveis, dirigido por Sam Peckinpah e estrelado por Steve McQueen, sobre ex-presidiários planejando o roubo de um banco no Texas.

Outro filme que também exerceu forte influência nos Houser foi The Warriors: Os Selvagens da Noite, que seria muitos anos depois adaptado como um jogo pela própria Rockstar Games.

Nesse meio tempo, os irmãos notaram um jogo que estava sendo desenvolvido por um estúdio escocês chamado DMA Design, que se chama Race’n’Chase.

Cumprir as missões se tornaram apenas uma das várias coisas que você pode fazer no jogo e há uma série de eventos menores e coisas a fazer: roubar lojas, dirigir sem rumo, ficar em casa sem fazer nada…. Os elementos técnicos foram sendo aprimorados a cada novo jogo, culminando em GTA V, que traz uma reprodução praticamente perfeita de Los Angeles e arredores.

Tecnicalidades parte, o elemento que sempre diferenciou GTA de seus pares foi a violência, o humor absurdo, o politicamente incorreto e, principalmente, o fato de que nos jogos da série, ninguém vale o que come.

As pessoas vêem GTA como uma válvula de escape, onde eles podem pirar vontade, sabendo muito bem que se trata de ficção.

Chega a ser curioso Dan Houser ter dito, tempos atrás, que um GTA VI irritaria muita gente e este pode ser um dos motivos para a sua saída da Rockstar: o público hoje tende a não tolerar obras que fazem questão de serem erradas, como a grande franquia dos ladrões de carros desde o início.

Este artigo foi resumido em 75%

Originalmente Publicado: 14 de Fevereiro de 2020 às 16:18

Fonte: Meiobit.com