Há uma preocupação de parte do Congresso com o fato de que todos os principais auxiliares de Bolsonaro serão agora militares: o general Augusto Heleno, do GSI, Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, Jorge Oliveira, que policial militar e ocupa a Secretaria-Geral, além de Braga Netto na Casa Civil edit.

247 - O Palácio do Planalto ficou apreensivo com as primeiras reações de parlamentares ao anúncio de Jair Bolsonaro, que nomeou o general Walter Souza Braga Netto para assumir a Casa Civil no lugar de Onyz Lorenzoni.

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, há uma preocupação de parte do Congresso com o fato de que todos os principais auxiliares de Bolsonaro serão agora militares: o general Augusto Heleno, do GSI, Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, Jorge Oliveira, que policial militar e ocupa a Secretaria-Geral, além de Braga Netto.

“Além da hegemonia militar absoluta, há quem considere que um capitão, como Bolsonaro, comandando tantos generais a receita perfeita para conflitos futuros”, diz a coluna.

Este artigo foi resumido em 5%

Originalmente Publicado: 14 de Fevereiro de 2020 às 10:02

Fonte: Brasil247.com