Sete pessoas suspeitas de ter ligação com os ataques em avenidas de Vitória na manhã desta sexta-feira foram presas, segundo o secretário Estadual de Segurança Pública, Roberto Sá. Criminosos armados chegaram atirando, soltando fogos de artifício e depredando carros nas Avenidas Leitão da Silva e Marechal Campos, Zona Sul de Vitória.

Em entrevista coletiva, Roberto Sá afirmou que está sendo investigada a possibilidade de os ataques terem sido motivados pela morte de um jovem de 17 anos durante um confronto entre policiais e criminosos no Complexo da Penha, região de intenso domínio do tráfico de drogas.

“Tomamos conhecimento de um óbito que deu entrada no [hospital] São Lucas, que ali da região também: São Benedito, Bonfim, Bairro da Penha. Esse óbito será objeto de uma investigação rigorosa. Há a informação de que, lamentavelmente, esse jovem tinha envolvimento com o tráfico, o que não justifica. Esse óbito vai ser investigado como todos os outros são”, disse.

“O Complexo da Penha já teve muitas vezes conflitos de bairro contra bairro, as vezes de beco contra beco. Hoje em dia há um grau de pacificação na região que a gente atribui também ocupação da Polícia Militar. Nós temos dois destacamentos blindados, que são permanentes, a Polícia Civil faz muitas ações. Essa região tem sido pacificada nos últimos anos”, disse o coronel Sartório, que destacou também a realização de projetos sociais nas comunidades.

O secretário de Segurança, Roberto Sá, afirma que as forças policiais agirão de forma ostensiva e que todos os crimes, como os de depredação, serão investigados.

“Quero dizer para os criminosos que esse tipo de ousadia eu conheço, eu conheço bem e não vai ficar impune. Estamos avaliando a motivação de todos os crimes que aconteceram”, destacou Roberto Sá. Os ataques.

De acordo com o vice-presidente da Associação de Comerciantes da Avenida Leitão da Silva, Bruno Denarde Nogueira, por volta das 8h30 os criminosos apareceram e começaram a atirar sem que houvesse toque de recolher.

Este artigo foi resumido em 73%

Originalmente Publicado: 14 de Fevereiro de 2020 às 14:28

Fonte: Globo