DO GLOBO. RIO - Durante uma transmissão pela internet nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou pela primeira vez sobre o depoimento CPI das Fake News de Hans River do Nascimento, ex-funcionário de uma empresa que fez disparos em massa pelo WhatsApp nas eleições de 2018.

O presidente alegou que não fez comentários imprensa sobre o ocorrido porque sua fala seria distorcida.

Eu não falei com a imprensa ali fora porque vão distorcer completamente.

Vocês viram o cara depondo na CPMI da Fake News, o que ele falou da repórter da Folha? Que vergonha.

Hans prestou depoimento na última terça-feira.

Nas declarações, ele insultou a jornalista Patrícia Campos Mello, da “Folha de S.Paulo”, autora de reportagens sobre os envios de mensagens.

Segundo Hans, ela teria sugerido que os dois saíssem em troca de informações para as reportagens.

Este artigo foi resumido em 12%

Originalmente Publicado: 13 de Fevereiro de 2020 às 23:43

Fonte: Diariodocentrodomundo.com.br