Um dos representantes do Flamengo para tratar do assunto sobre a tragédia no Ninho do Urubu foi o vice-presidente geral e jurídico do clube, Rodrigo Dunshee.

O dirigente rubro-negro afirmou que faltou para o Flamengo olhar para o lado humano que estava envolvendo a tragédia que matou dez meninos no CT. Dunshee reconheceu e espera que as coisas melhorem com as famílias dos meninos.

O vice-presidente geral e jurídico ainda explicou a estratégia para o clube se fazer mais presente com os parentes das vítimas.

Quando aconteceu, Landim nos chamou a todos e disse: prioridade são as famílias.

O que queremos melhorar, que com o tempo os contatos foram diminuindo.

Próximo de completar um ano, nos chegou que vários familiares falaram que o Flamengo não estava mais presente, procurei saber com quem trabalha em cima disso.

Quando soubemos disso, nos reunimos e formamos uma comissão, com o VP de embaixadas, da Base e Relacionamento Social, para estar mais presente com as famílias.

Este artigo foi resumido em 38%

Originalmente Publicado: 14 de Fevereiro de 2020 às 21:44

Fonte: Colunadofla.com