Uma equipe de cientistas encontrou uma barata praticamente intacta preservada em âmbar, datando de 99 milhões de anos atrás.

O inseto se tornou o animal mais antigo já encontrado numa caverna - todos os outros espécimes são da era Cenozóica, de 65 milhões de anos para cá, quando os dinossauros já haviam sido extintos.

O primeiro sua cor pálida, indicando a perda de pigmentos; o segundo que suas asas e olhos são menores do que de baratas normais, enquanto as antes são maiores - presumidamente para ajudar na locomoção no escuro.

Não se sabe exatamente porque não há bichos de caverna tão antigos quanto a barata - a maioria que existe até hoje surgiu no Cenozóico.

Uma possibilidade a de que algum fator misterioso tenha causado a extinção da maioria das espécies de caverna mesozóicas.

Outro mistério como uma barata de caverna acabou fossilizada em âmbar - que vem da seiva de árvores.

Os artrópodes surgiram há cerca de 500 milhões de anos, segundo previsões, primeiro em forma de crustáceos e aracnídeos e depois de insetos propriamente ditos.

Este artigo foi resumido em 58%

Originalmente Publicado: 21 de Fevereiro de 2020 às 17:43

Fonte: Abril.com.br