RIO - A prefeitura pretende iniciar em 15 dias operações com apoio da Guarda Municipal e da Cet-Rio para tentar detectar aglomerações de pessoas com base no sinal emitido pelas antenas de aparelhos celulares dos usuários e e realizar em campanhas educativas de prevenção ao coronavírus.

Caso o sistema detecte concentrações de pessoas que possam representar um risco de propagar o vírus, uma equipe da Guarda Municipal pode ser enviada para o local para desaconselhar as pessoas a ficarem juntas, por exemplo.

Na Olimpíada de 2016, foi usada para que autoridades consulares da Alemanha e da China acompanhassem o deslocamento de turistas e sugerissem programas para os visitantes.

E em 2017, para ajudar no planejamento do carnaval de rua e para acompanhar os deslocamentos dos foliões entre os blocos.

Profissionais de saúde do Rio poderão retirar vacinas contra a gripe em postos para aplicar em vizinhos e parentes.

Para evitar aglomerações em postos de vacinação contra a gripe no município do Rio, a Prefeitura determinou que médicos e enfermeiros poderão retirar vacinas em 27 postos da cidade para aplicar em vizinhos, parentes e pacientes em suas respectivas residências.

A medida vale para funcionários das redes pública e privada de saúde e cada um deles poderá retirar de 10 a 15 doses.

Este artigo foi resumido em 67%

Originalmente Publicado: 23 de Março de 2020 às 21:19

Fonte: Globo