“Os pesquisadores poderão processar números enormes de cálculos de epidemiologia, bioinformática e modelagem molecular. Esses experimentos demorariam anos para serem completados manualmente, ou meses se usassem plataformas computacionais tradicionais”, disse Dario Gil, diretor da IBM Research, empresa que criou e está coordenando a aliança.

Nas últimas semanas, 400 mil novos voluntários se uniram rede, principalmente mineradores de bitcoin e gamers, com um objetivo: desvendar o mecanismo das proteínas do coronavírus e impedir que ele infecte nossas células.

A divisão de computação em nuvem da Amazon, a Amazon Web Services, lançou uma iniciativa de US$ 20 milhões para combater o coronavirus.

O objetivo acelerar a pesquisa e desenvolvimento de soluções de diagnóstico, principalmente um exame mais rápido e preciso para o Covid-19.

A Verily Life Science, divisão da Alphabet, empresa-irmã do Google, desenvolveu um sistema para que pessoas sintomáticas sejam testadas para o Covid-19, segura e gratuitamente, na Califórnia.

Os pacientes, então, são direcionados para um laboratório móvel, em um local secreto, que funciona como um drive thru: amostras nasais são coletadas rapidamente por um profissional de saúde, dentro de seu próprio carro.

As três empresas de tecnologia automobilística receberam um “Ok” do governo norte-americano para produzirem respiradores -essenciais para a recuperação de pacientes hospitalizados em estado crítico.

Este artigo foi resumido em 77%

Originalmente Publicado: 26 de Março de 2020 às 04:16

Fonte: Uol.com.br