A Petrobras anunciou na manhã de hoje que adiou o pagamento de dividendos aos acionistas, de 20 de maio deste ano para 15 de dezembro de 2020.

O acionista deve ficar atento para a data de corte, que será 27 de abril, data da nova AGO. Já a data de corte para os acionistas que têm ações da Petrobras em Nova York - as chamadas ADRs negociadas na NYSE - será 29 de abril.

PUBLICIDADE. A companhia ainda comunicou que, entre as medidas que decidiu adotar para enfrentar os impactos da pandemia de coronavírus e o choque de preços do petróleo, está a redução dos investimentos programados para o ano e o corte da produção.

O valor de investimentos para 2020 será reduzido de US$ 12 bilhões para US$ 8,5 bilhões, “Em função principalmente de postergações de atividades exploratórias, interligação de poços e construção de instalações de produção e refino, e da desvalorização do Real frente ao dólar americano”.

“A companhia avaliará as condições do mercado e, em caso de necessidade, realizará novos ajustes na produção de petróleo, sempre garantindo as condições de segurança para as pessoas, operações e processos”.

Postergação para 15/12/2020 do pagamento de dividendos anunciado em 19/02/2020 com base.

Redução dos investimentos programados para 2020 de US$ 12 bilhões para US$ 8,5 bilhões, em função principalmente de postergações de atividades exploratórias, interligação de poços e construção de instalações de produção e refino, e da.

Este artigo foi resumido em 67%

Originalmente Publicado: 26 de Março de 2020 às 09:48

Fonte: InfoMoney