A Petrobras anunciou nesta quinta-feira corte de 100 mil barris por dia na produção de petróleo até o final do ano.

A empresa anunciou também corte de US$ 3,5 bilhões nos investimentos programados para 2020, que cairão de US$ 12 bilhões para US$ 8,5 bilhões.

“A companhia continua a explorar oportunidades para cortes adicionais de custos administrativos e operacionais. Dado o alto grau de incerteza prevalecente na economia global, entendemos ser prematuro fazer revisões do cenário base e projeções de preços de petróleo. Tais revisões serão feitas quando as incertezas e a consequente volatilidade de preços diminuírem”, conclui.

Postergação do recolhimento de FGTS e do pagamento de gratificação de férias, conforme Medida Provisória n° 927, de 2020;.postergação do pagamento de 30% da remuneração mensal total do Presidente, Diretores, Gerentes Executivos e Gerentes Gerais;.

Cancelamento dos processos de avanço de nível e promoção para os empregados e avanço de nível de funções gratificadas de 2020;.redução de 50% no número de empregados em sobreaviso parcial nos próximos três meses e suspensão temporária de todos os treinamentos.

Redução dos investimentos programados para 2020 de US$ 12 bilhões para US$ 8,5 bilhões, em função principalmente de postergações de atividades exploratórias, interligação de poços e construção de instalações de produção e refino, e da desvalorização do Real frente ao dólar americano.

De segunda a sexta, pela manhã, assinantes da newsletter Comece seu dia recebem por e-mail um briefing produzido pela agência epbr com os principais fatos políticos, notícias e análises sobre o setores de petróleo e energia.

Este artigo foi resumido em 63%

Originalmente Publicado: 26 de Março de 2020 às 08:15

Fonte: Epbr.com.br