Alexander Lukashenko, presidente da Belarus, no centro, durante jogo de hóquei de gelo no dia 28 de março de 2020 - Foto: Andrey Pokumeiko/BelTA/Divulgação/Via Reuters.

A maior parte dos estádios de esportes do mundo fechou por causa da pandemia, mas o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, mantém os espaços para futebol e hóquei de gelo abertos.

Lukashenko já sugeriu que vodka e sauna para combater a doença que matou, até a terça-feira, matou pouco mais de 41 mil pessoas no mundo.

Em uma entrevista ao jornal inglês “The Times” publicada no domingo, ele recomendou beber vodka, trabalhar no campo e visitar a sauna para combater o Sars-Cov-2, o novo coronavírus.

Mapa mostra a localização de Belarus - Foto: G1. “O mundo ficou maluco com o coronavírus. Essa psicose aleijou as economias nacionais em quase todos os lugares do mundo”, afirmou ele sobre a doença que, só na Itália, matou 12.500 pessoas.

A temporada de futebol lá começou em março de 2020, o mês no qual o coronavírus virou oficialmente uma pandemia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

melhor morrer de pé do que viver de joelhos”, disse ele, ao comentar a recusa em impor medidas de isolamento e controle de fronteiras.

Este artigo foi resumido em 50%

Originalmente Publicado: 31 de Março de 2020 às 19:09

Fonte: Globo