Secretário Estadual da Saúde, Dr. Cabeto, governador Camilo Santana e prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, apresentam medidas contra Covid-19 no Palácio da Abolição - Foto: Camila Lima/SVM. O governador do Ceará Camilo Santana afirmou, no início da noite desta sexta-feira, que vai prorrogar o decreto de isolamento social e que avalia medidas ainda mais duras, principalmente, em Fortaleza.

O Ceará registra 8 mil casos de Covid-19 e 539 mortes, segundo dados da Secretaria da Saúde atualizados às 17h. “Estamos aqui discutindo, não só a necessidade, que com certeza faremos, da prorrogação do decreto que vence na próxima terça-feira, mas estamos avaliando a necessidade de endurecermos as medidas aqui na capital, aqui em Fortaleza”, disse o governador, durante coletiva de imprensa com o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

“Com certeza estamos discutindo medidas de endurecimento aqui pra capital e não descarto nenhum tipo de medida. Mas ainda estamos avaliando, a partir de orientações científicas, com relatórios, que medidas serão essas que o Estado e a Prefeitura irão tomar pra endurecer mais ainda e restringir a capital”, disse Camilo.

O governador e o prefeito de Fortaleza, contudo, alertaram para os esforços da população em ajudar no controle da doença, mesmo com a implementação de novas vagas na rede de saúde aos enfermos.

A disponibilidade de leitos alterada diariamente, de acordo com o fluxo de altas médicas e da demanda por internação, mas a ocupação permanece em torno de 80%, no mínimo.

O anúncio de prorrogação dessa proibição veio em 28 de março e, logo no início de abril, ocorreu um novo prolongamento, desta vez por mais 15 dias, valendo até 20 de abril, sendo novamente estendido até 5 de maio.

Apesar de o decreto estadual, o Ceará continuou registrando aglomerações em locais como as calçadas de bancos - com filas para receber o auxílio de R$ 600 do Governo Federal -, em feiras livres, nos centros das cidades e praias da capital.

Este artigo foi resumido em 54%

Originalmente Publicado: 1 de Maio de 2020 às 19:00

Fonte: Globo