A Justiça do Rio determinou, por meio de uma liminar, que a Caixa Econômica Federal adote medidas para reduzir as filas e as aglomerações nas agências bancárias, por conta do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores informais.

O prazo de cinco dias deve contar a partir da data da conclusão da análise dos dados pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social.

E essa análise conclusiva pela Dataprev também terá que cumprir um prazo de até cinco dias, contados a partir do cadastramento do cidadão no aplicativo Caixa / Auxílio Emergencial ou no site do banco.

A Justiça ordenou ainda que a Caixa abra nos fins de semana, se for necessário, e tenha funcionários disposição, em caso de necessidade de substituição de profissionais no atendimento.

Por fim, a 3ª Vara da Justiça Federal determinou que o banco faça uma campanha educativa para a população sobre o auxílio emergencial.

Nesta quinta-feira, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que há 17 milhões de pedidos do auxílio represados no país e prometeu concluir o pagamento da primeira parcela do benefício até o início da próxima semana.

Para que a Caixa faça o pagamento, será preciso aprovar um crédito extraordinário, o que deve ocorrer nessa sexta-feira.

Este artigo foi resumido em 66%

Originalmente Publicado: 8 de Maio de 2020 às 08:52

Fonte: Globo