Liguei para o pessoal da TI, pra TV do clube, e falei ‘temos que buscar alguma alternativa para eles voltarem a treinar’- iniciou em entrevista no último sábado noite ao “Troca de Passes”, da SporTV. Na última segunda-feira, todo o elenco palmeirense se viu diante de uma nova realidade: treinos online, distância, e com acompanhamento.

Montamos a semana toda de treinos, com o profissional mostrando pra eles, eles receberam no celular, todos receberam, e eles mandavam a imagem de volta, num quadro com os 32 jogadores ao mesmo tempo, vendo eles treinando.

A partir desta semana, eu vou pensar na parte tática imaginando alguns jogos com times diferentes taticamente, um 4-2-3-1 contra um 4-4-2, eu vou imaginar todos esses confrontos e eu vou passar para os jogadores para que eles possam ver nas suas posições como eles vão funcionar.

Então, eu mando para eles, não ao vivo, mas passando toda a movimentação tática defensiva e ofensiva de um trabalho contra uma equipe que está jogando de outra forma, e as duas se enfrentando.

A gente sabe que tem adversários na Copa Libertadores que jogam com três zagueiros, nós sabemos como funcionam as equipes no Campeonato Brasileiro.

A partir da semana que vem eles vão treinar e vão ter pós-treino, para que eles fiquem em casa, peguem o computador e vão analisar um pouco da parte tática daquilo que eles vão enfrentar lá na frente - finalizou.

Segundo ele, os resultados estão sendo positivos e o objetivo disso foi que os atletas voltassem com uma base física boa para que o estágio ideal seja atingido mais rápido no retorno dos treinos.

Este artigo foi resumido em 56%

Originalmente Publicado: 11 de Maio de 2020 às 08:15

Fonte: Terra.com.br