Os dois novos casos fizeram teste em laboratório particular e reagiram, demonstrando que em algum determinado momento tiveram contato com o vírus.

Trata-se de uma criança de oito anos que teve o diagnóstico positivo em exame realizado nesta semana.

Segundo o secretário da Saúde, o paciente confirmado nesta quarta-feira um caminhoneiro de 49 anos, que apresentou sintomas ao retornar ao Rio Grande do Sul e que ao chegar, foi diretamente um laboratório particular.

“O foco desta semana não tem relação nenhuma com o foco que ocorreu anteriormente”, garantiu o secretário, se referindo aos quatro casos confirmados na última semana e que possuíam ligação direta entre eles.

Luciano destacou que o paciente de 49 anos, que teve seu diagnóstico divulgado ontem, já estava com sintomas durante sua viagem e que em nenhum momento, ele foi imprudente.

Luciano destacou que existe uma grande possibilidade de que o mesmo não tenha pegado a doença fora de Camaquã, e sim saído da cidade já com a doença.

O prefeito Ivo de Lima Ferreira afirmou que a chegada das Unidades de Terapia Intensiva em Camaquã uma prioridade do Governo Federal e Estadual e assim que a liberação foi feita, Camaquã poderá “Subir” de bandeira, com restrições mais brandas.

Este artigo foi resumido em 56%

Originalmente Publicado: 22 de Maio de 2020 às 17:20

Fonte: Cliccamaqua.com.br