BRASÍLIA - Na reunião ministerial de 22 de abril, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo faz “o que quer” com a Caixa Econômica Federal e o BNDES. Já no Banco do Brasil, “a gente não consegue fazer nada” e “Tem um liberal lá”, o presidente Rubem Novaes.

Senhor já notou que o BNDES e o…. e o… e a Caixa que são nossos, públicos, a gente faz o que a gente quer.

Banco do Brasil a gente não consegue fazer nada e tem um liberal lá. Então tem que vender essa porra logo - completa Guedes.

Vamos dispensar o Rubem da próxima reunião aí, pô. Rubem, então, diz que o povo vê o Banco do Brasil como um “Porto seguro” e que o banco está em uma situação confortável.

Vídeo: ‘Por que que eu tô armando o povo? Porque eu não quero uma ditadura’, disse Bolsonaro em reunião ministerial.

Em relação privatização, eu acho que fica claro que com o BNDES cuidando do desenvolvimento e com a Caixa cuidando do fim social… do … do … da área social, o Banco do Brasil estara … estaria pronto para um programa de privatização, né? Mas isso aí a gente pode fazer…. - Isso aí… isso aí só se discute, só se fala isso em vinte e três, tá? - interrompe novamente Bolsonaro.

Rubem Novaes propõe, então, que o assunto seja debatido com mais profundidade em um seminário.

Este artigo foi resumido em 40%

Originalmente Publicado: 22 de Maio de 2020 às 17:43

Fonte: Globo