Neste domingo, o papa Francisco fez uma referência ao número de mortes provocadas pelo coronavírus no Brasil, durante a cerimônia do ângelus, tradicional oração católica em louvor Virgem Maria e ao momento da concepção de Jesus.

“Na última sexta-feira, em um país, uma morte por minuto! Terrível!”, disse.

Embora não tenha citado nominalmente o Brasil, o papa Francisco fez referência marca de 1.473 mortes em um período de 24 horas, alcançada pelo país na última quinta-feira, exatos cem dias após a confirmação do primeiro caso de coronavírus no país.

Também na quinta-feira, o Brasil cruzou a marca de 34 mil mortes em decorrência do novo coronavírus e superou a Itália, país que simbolizou primeiro a tragédia da pandemia, tornando-se o terceiro no ranking de óbitos resultantes da doença no mundo.

Até a manhã deste domingo, em que o número de brasileiros mortos pelo coronavírus de 35.930, apenas os Estados Unidos, com 109 mil mortes, e o Reino Unido, com 40,5 mil, estão frente.

Em março, o papa Francisco chegou a conduzir sozinho uma bênção pela luta contra o coronavírus diante de uma praça São Pedro completamente vazia.

O país ocupa o quarto lugar, logo atrás do Brasil, entre os países com mais mortes por coronavírus.

Este artigo foi resumido em 50%

Originalmente Publicado: 7 de Junho de 2020 às 14:21

Fonte: Verdesmares.com.br