RIO - A Caixa Econômica Federal vai liberar a consulta ao saque emergencial do FGTS por meio do aplicativo APP FGTS a partir desta sexta-feira.

Para fazer a inscrição no APP FGTS, o usuário terá que informar dados pessoais, como CPF, data de nascimento e um e-mail de cadastro.

Pelo App FGTS, o cotista também poderá informar ao banco que não deseja retirar o dinheiro, pedindo que o crédito seja desfeito.

Verifique se está baixando a plataforma correta com a inscrição da Caixa Econômica Federal, que o agente pagador do FGTS. Nem sempre ao fazer buscas, o app oficial o primeiro a aparecer.

Novidade:WhatsApp permitirá fazer pagamentos e transferências pelo app no Brasil.

Para sua segurança, evite usar números que são fáceis de serem descobertos, como data de nascimento, números repetidos, sequências numéricas ou o mesmo número do CPF. Aqueles que já usavam o app podem repetir a mesma senha usada anteriormente.

Para conhecer as condições de uso do aplicativo, basta ler o Contrato de Prestação de Serviços ao Cidadão e, ao final, marque a opção “Li e aceito os termos e as condições” no final da tela.

Este artigo foi resumido em 70%

Originalmente Publicado: 19 de Junho de 2020 às 06:59

Fonte: Globo