Este o último final de semana antes de terminar o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2020.

Os contribuintes têm até as 23h59 de terça-feira para enviar os dados Receita Federal e, assim, evitar o pagamento de multas.

Além disso, o CPF pode ficar irregular, o que pode impedir a liberação de empréstimos, tirar passaportes, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel e até prestar concurso público até a regularização da situação.

Entre as razões que fazem o contribuinte postergar o preenchimento e envio da declaração estão a falta de documentos de registro de bens ou ausência de comprovantes de despesas médicas.

De acordo com o Contabilizei, escritório de contabilidade que oferece serviço totalmente online, são muitos os arquivos necessários para apresentar ao imposto de renda de pessoa física: documentos pessoais, dados de dependentes, informe de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão, informações de outras receitas como aluguéis, informes de rendimentos dos bancos e financeiras, recibos e notas fiscais de pagamentos como despesas médicas e odontológicas, de instituições de ensino, de outros serviços de profissionais liberais, além de documentos que comprovem compra e venda de bens.

Quem passou condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2019;.Quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

1º lote: 29 de maio de 2020.2º lote: 30 de junho de 2020.3º lote: 31 de julho de 2020.4º lote: 31 de agosto de 2020.5º lote: 30 de setembro de 2020.

Este artigo foi resumido em 71%

Originalmente Publicado: 27 de Junho de 2020 às 07:00

Fonte: Globo