Diversos contribuintes deverão fazer a declaração do Imposto de Renda 2020 até a próxima terça-feira e precisam ficar atentos aos documentos que deverão ser guardados posteriormente.

Isso porque, pelo prazo de até 5 anos, a Receita Federal pode solicitar comprovantes sobre as informações que foram lançadas no sistema do IR. Os que costumam ser mais solicitados são os informes de rendimento fornecidos pela empresa empregadora e pelos bancos, além da cópia do arquivo que foi enviado Receita.

Além dos documentos que comprovam a renda recebida e que foi declarada, devem ser guardados todos os comprovantes das despesas informadas pelo contribuinte para dedução do imposto a pagar.

“O que o contribuinte informa para fins de dedução o que tem mais problema quando se cai na malha fina. Por isso, importante guardar todos os comprovantes dos gastos com educação e médicos, incluindo os comprovantes de eventuais reembolsos por parte do plano de saúde”, enfatizou a advogada tributarista Adriana Lacerda.

Eventuais cópias precisam ser autenticadas, segundo a especialista.

“A receita pró Fisco sempre, ou seja, ela sempre vai fazer questionamentos específicos de forma a garantir que o imposto devido foi ou será recolhido. Por isso importante que o contribuinte guarde todos os comprovantes originais”, enfatizou Adriana Lacerda.

Documentos que comprovem a posse, compra e/ou venda de bens e direitos, como veículos e imóveis.

Este artigo foi resumido em 52%

Originalmente Publicado: 27 de Junho de 2020 às 11:11

Fonte: Contabeis.com.br