Mais tarde, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou outros óbitos que aconteceram antes do de Marlene Vanucci: de um paciente de 79 anos de Patos de Minas, no dia 28 de março, e de uma idosa de 79 anos de Paraisópolis, no mesmo dia.

O segundo morador de Belo Horizonte que morreu com exame positivo para a Covid-19 foi o Darcy Gomes Parreiras, de 66 anos, que estava internado no Hospital Semper e morreu três dias depois de dar entrada, em 30 de março.

Prefeitura de Ouro Fino confirma que homem de 72 anos morreu por Covid-19 - Foto: Reprodução EPTV. E, no dia 5 de maio, morreu uma mulher de apenas 39 anos, moradora de Teófilo Otoni, que também não tinha nenhum fator de risco.

Uma profissional de enfermagem de 53 anos que atuava no Hospital Alberto Cavalcanti, de Belo Horizonte, e também na Unidade de Pronto Atendimento Ressaca, em Contagem, na Região Metropolitana, morreu no dia 20 de abril.

O paciente mais idoso que morreu de coronavírus até o momento em Minas foi o Joaquim de Paula Reis, de 95 anos, morador de Belo Vale.

A sétima paciente que morreu em decorrência da doença no estado uma mulher de 76 anos, moradora de Belo Horizonte, cujos sintomas apareceram pela primeira vez no dia 23 de março.

Um idoso de 78 anos, natural de Pouso Alegre, no Sul de Minas, teve os primeiros sintomas no dia 24 de março, foi internado no dia 27, o exame confirmando positivo para a Covid-19 saiu no dia 1º de abril e ele morreu no dia 5 de abril.

Este artigo foi resumido em 95%

Originalmente Publicado: 29 de Junho de 2020 às 10:05

Fonte: Globo