Segundo o analista Ming-Chi Kuo, que costuma fazer previsões certeiras sobre os lançamentos da empresa, a Apple não vai mais incluir os itens na caixinha do iPhone para diminuir custos e manter o aparelho em preços semelhantes ao iPhone 11.

Comentários Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Este artigo foi resumido em 18%

Originalmente Publicado: 29 de Junho de 2020 às 12:27

Fonte: Google News