NOVA YORK - Desde o dia em que assumiu a Presidência, Donald Trump buscou aplicar políticas e práticas de governo focadas na base da militância republicana, mostrando pouco interesse em atrair os eleitores independentes.

Análise:Em meio a protestos, candidatos negros alimentam o fervor dos eleitores por mudanças nos EUA. Expandir o apoio neste ponto, especialmente em estados disputados que são cruciais para uma vitória no Colégio Eleitoral, um desafio enorme para o presidente, um desafio que ele ainda não mostrou interesse em enfrentar.

Se não mudar o rumo, em termos da substância do que está discutindo e da maneira como se aproxima dos americanos, será derrotado - afirmou Chris Christie, ex-governador republicano de Nova Jersey e outrora conselheiro próximo do presidente, em entrevista ao programa “This Week”, da ABC. A pandemia do novo coronavírus e a instabilidade social pelo país contribuiram para a posição de Trump, incluindo entre os eleitores indecisos - apenas 17% dos independentes apoiam de maneira firme sua conduta no cargo, segundo a pesquisa.

Acho que ele um político de carreira e membro da “Classe doadora” - disse John-Crichton McCutcheon, de 50 anos, morador de Miami Beach que votou em Trump em 2016 e foi um dos entrevistados na pesquisa.

Trump e seus assessores questionaram pesquisas que o mostraram em dificuldades e sinalizaram que, nos próximos meses, tentarão reduzir a vantagem de Biden com ataques focados em sua idade e capacidades mentais.

Se tivesse que votar com base na economia, agora, peço desculpas, mas votaria em Trump - diz Cheryl VanValkenburg, operária em uma fábrica de Watertown, no estado de Wisconsin, uma área tradicionalmente republicana.

Stanley Greenberg, analista de pesquisas ligado aos democratas e que há tempos estuda os indecisos, disse que as opções de Trump são limitadas, uma vez que sua base partidária está diminuindo, marcando o fim do domínio do Tea Party(ala mais conservadora do Partido Republicano).

Este artigo foi resumido em 77%

Originalmente Publicado: 30 de Junho de 2020 às 06:25

Fonte: Globo