Quanto custa uma morte por encomenda? Segundo o titular da Delegacia de Homicídios, Daniel Rosa, o grupo de matadores cobrava até R$ 1,5 milhão por cada assassinato que praticava.

O valor da morte por encomenda dependia da dificuldade do “Serviço”, de acordo com o delegado.

De acordo com o delegado da DH, ele suspeito de pagar o grupo pela morte de um rival conhecido como Andinho.

A morte de Diotti, por exemplo, foi por ordem do ex-capitão Adriano em disputa por área - concluiu.

O bando de Mad foi investigado até outubro de 2018 pela morte de Marielle, quando uma denúncia anônima chegou DH informando que Ronnie Lessa havia executado a parlamentar.

Mad e Tonhão, inclusive, haviam sido ouvidos pela DH sobre o Caso Marielle, assim como o ex-capitão do Bope Adriano da Nóbrega, em agosto de 2018.

No entanto, o titular da DH Capital, delegado Daniel Rosa, descartou a participação do bando na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Este artigo foi resumido em 55%

Originalmente Publicado: 30 de Junho de 2020 às 11:11

Fonte: Globo