Câmeras de segurança de um restaurante na Barra da Tijuca flagraram o que, para a polícia, foi um dos homicídios encomendados ao Escritório do Crime.

Nas imagens do ataque - a que o RJ1 teve acesso com exclusividade -, possível ver pessoas se protegendo dos disparos e um carro em fuga, onde estariam os assassinos.

Os suspeitos desse crime foram presos nesta terça-feira, na Operação Tânatos: os irmãos Leandro e Leonardo Gouvêa da Silva - o Tonhão e o Mad -, denunciados pelo MPRJ por chefiar o Escritório do Crime.

Frequentadores de um restaurante na Barra se protegem de disparos: ataque do Escritório do Crime matou Marcello Diotti - Foto: Reprodução/TV Globo.

Trinta segundos depois, de acordo com os investigadores, possível ver uma Doblò verde em fuga - ali estariam, de acordo com a polícia, Tonhão e Mad. O Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público diz que pelo menos três fuzis foram usados na ação.

Esse assassinato levou a polícia a descartar a participação do Escritório do Crime no atentado contra Marielle.

Disque-denúncia divulga cartaz pedindo informações sobre foragidos do Escritório do Crime - Foto: Divulgação/Disque Denúncia.

Este artigo foi resumido em 45%

Originalmente Publicado: 30 de Junho de 2020 às 13:25

Fonte: Globo