O Irã emitiu nesta segunda-feira uma ordem de prisão contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outras 35 pessoas pelo assassinato do general Qasem Soleimani.

Além disso, o procurador Ali Alqasimehr, de Teerã, pediu Interpol que emita um alerta vermelho, segundo informa a agência de notícias Fars.

Alqasimehr disse que as ordens de prisão são relativas a crimes de homicídio e ação terrorista.

Entre os acusados, o Irã inclui outros militares e civis norte-americanos que participaram do ataque.

O procurador afirmou que o país continua com as investigações.

O assassinato de Soleimani deixou os Estados Unidos e o Irã beira de um conflito armado.

Khamenei prometeu uma “Dura” vingança contra “Os criminosos que mancharam suas mãos com o sangue do general”, acrescentando que o desaparecimento do grande artífice da estratégia regional iraniana “não deterá sua missão”.

Este artigo foi resumido em 33%

Originalmente Publicado: 30 de Junho de 2020 às 09:22

Fonte: EL PAÍS