A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira, 2, novas medidas para a compra da casa própria.

Entre as novidades, está a inclusão dos custos dos cartórios e ITBI, que o imposto pago na prefeitura para a transferência do imóvel, a escritura e registro do imóvel no cartório de registro civil, no financiamento habitacional.

O banco estima impacto de R$ 2,5 bilhões de alívio para os novos compradores neste segundo semestre.

A partir de segunda-feira, 13, o registro de imóvel será feito de forma eletrônica por 1.356 cartórios em 14 estados, evitando a ida das partes interessadas aos locais.

Para as construtoras também foram anunciadas medidas de alívio, como a utilização de recursos de repasses no pagamento de encargos dos empreendimentos e a flexibilização de exigências e de comercialização.

De acordo com a Caixa, em 2020, 813 mil famílias conseguiram o financiamento pelo banco, com mais de 2 mil contratos assinados por dia.

Só em junho, o melhor mês do ano, foram R$ 11,1 bilhões de contratos para 55 mil famílias.

Este artigo foi resumido em 12%

Originalmente Publicado: 2 de Julho de 2020 às 17:15

Fonte: Contabeis.com.br