RIO - Um dos principais cartões-postais do Rio, as praias estão no centro das preocupações na quinta fase de flexibilização da quarentena, anunciada nesta sexta-feira.

O prefeito Marcelo Crivella liberou, a partir deste sábado, o banho de mar e o trabalho de ambulantes que servem os banhistas.

Panorama da pandemia:Estado do Rio registra 129 mortes e 1.853 novos casos de coronavírus em 24h. Garantir que as pessoas não infringirão as novas regras será um desafio.

Leia mais:Por que o Brasil o país onde mais morrem grávidas e mulheres no pós-parto por Covid-19 no mundo?

Permitido o banho de mar, mas proibida a permanência na areia com cadeiras, cangas, guarda-sóis e caixas/ bolsas térmicas e a prática de quaisquer atividades não autorizadas.

Pontos turísticos abertos com capacidade simultânea máxima de 50%, desde que não ultrapasse a regra de 4m² por pessoa.

Permitido o trabalho de ambulantes de praia com ponto fixo ou itinerantes.

Este artigo foi resumido em 78%

Originalmente Publicado: 1 de Agosto de 2020 às 04:30

Fonte: Globo