O futuro do técnico Jesualdo Ferreira deve ser decidido neste sábado.

Depois da eliminação no Campeonato Paulista para a Ponte Preta, quinta-feira, a direção do Santos discutiu a situação do treinador português e deve demiti-lo neste fim de semana.

O Comitê de Gestão, quase unânime na vontade de demitir Jesualdo Ferreira, teve de “Lutar” contra as ideias de William Thomas, superintendente de futebol e entusiasta do trabalho do treinador, por entender que preciso tempo para ver resultados do projeto iniciado em janeiro.

Durante o dia, que só terminou depois da meia-noite para os dirigentes, o Santos procurou saber quanto precisará pagar a Jesualdo Ferreira em caso de demissão.

Jesualdo Ferreira, técnico do Santos - Foto: Ivan Storti/Santos FC. Entende-se, internamente, que o desempenho do Santos, principalmente na fase de grupos, foi aquém do esperado no Campeonato Paulista.

Por outro lado, quem defende a permanência de Jesualdo Ferreira acredita que o treinador ainda tem pouco tempo frente do Santos para se adaptar e mostrar o que pode fazer.

Jesualdo Ferreira foi contratado pelo Santos no início do ano, para substituir o argentino Jorge Sampaoli.

Este artigo foi resumido em 46%

Originalmente Publicado: 1 de Agosto de 2020 às 04:00

Fonte: Globo