RIO - O Brasil ultrapassou 133 mil mortes por Covid-19 nesta terça-feira.

De acordo com o boletim das 20h do consórcio de veículos de imprensa, foram registrados 1.090 óbitos nas últimas 24 horas, totalizando 133.207 vidas perdidas para o coronavírus.

Nos primeiros 15 dias de setembro, o país registrou uma queda de 23% nas mortes e 29% nas infecções pelo novo coronavírus, em comparação com o mesmo período no mês passado.

O consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo e reúne informações das secretarias estaduais de Saúde divulgadas diariamente até às 20h. A iniciativa dos veículos da mídia foi criada a partir de inconsistências nos dados apresentados pelo Ministério da Saúde.

Um dos conceitos de epidemiologia que ganharam o imaginário popular durante a pandemia o “número de reprodução básica”, representado pela variável R, que indica quantas vezes um indivíduo infectado por um patógeno o passa para outras pessoas.

As vacinas contra o coronavírus que estão sendo desenvolvidas na China podem estar prontas para uso pela população em novembro, disse o chefe de biossegurança do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças, Guizhen Wu, em uma entrevista televisão estatal na última segunda.

Hoje, os estudos da vacina de Oxford no Brasil envolvem cerca de 5 mil participantes no Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia.

Este artigo foi resumido em 71%

Originalmente Publicado: 15 de Setembro de 2020 às 20:00

Fonte: Globo