O Federal Reserve seguiu o roteiro esperado e anunciou nesta quarta-feira que a meta da taxa dos Fed Funds segue no intervalo entre 0% e 0,25%. A autoridade monetária americana anunciou também que a taxa de desconto permanece estável a 0,25% e que não ampliará o volume dos seus programas de compras de ativos.

De acordo com o comunicado, o BC americano espera manter a sua taxa de referências próxima de zero até o fim de 2023.

Foto: Susan Walsh/AP. O comunicado traz que “a atividade econômica e o mercado de trabalho se recuperaram nos últimos meses, mas se mantiveram bem abaixo dos seus níveis no começo do ano”.

Kaplan se opôs ao fato de o comunicado de hoje dar detalhes mais específicos sobre quais as condições necessárias para que a autoridade monetária americana eleve os juros para além da faixa próxima de zero atual.

Outros integrantes do Fomc disseram, porém, que a orientação do Fed era necessária para assegurar os mercados financeiros de que o Fed não elevará os juros agressivamente, mesmo após a pandemia ser controlada.

O Fomc melhorou suas projeções para o crescimento e taxa de desemprego em 2020, já que os dados recentes vinham apontando uma melhora mais rápida do que a esperada para a economia.

Em 2022, a taxa de crescimento cai para 3,0% e em 2023 para 2,5% - ainda acima do nível de longo prazo.

Este artigo foi resumido em 43%

Originalmente Publicado: 16 de Setembro de 2020 às 15:23

Fonte: Globo