Relacionado para a partida do Corinthians contra o Bahia, nesta quarta-feira, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro, o meia-atacante Gustavo Mantuan pode ser o segundo membro da sua família a entrar em campo pelo time profissional do clube do Parque São Jorge, repetindo uma história curiosa e com alguns registros nos 110 anos de Timão.

Ele estreou no último jogo do Brasileiro de 2017, podendo considerar esse título para o seu currículo, e teve grande participação no Paulista de 2018.

Com o auxílio fundamental do Almanaque do Timão e do seu autor, o professor Celso Unzelte, o Meu Timão conta para você quais foram os irmãos que atuaram pelo Corinthians, feito que pode ser igualado caso Gustavo entre em campo nesta quarta-feira.

Muitos sabem que Neco foi o primeiro grande ídolo do Corinthians, grande jogador das décadas 10 e 20 do Timão, mas a história pouco contada que ele chegou ao Timão levado pelo irmão, César Nunes, um dos jogadores que atuaram no primeiro jogo da história do clube.

Uma das contratações mais acertadas da história do Corinthians, o ponta Vaguinho, terceiro jogador com mais assistências para gol de 1960 para cá com a camisa alvinegra, também atuou com seu irmão.

Além dele, porém, outro Rato também atuou no Timão: seu irmão, Antônio, que fez 23 gols em 64 jogos, dividindo-se entre idas e vindas para a Portuguesa Santista.

Silva foi um dos grandes nomes do Corinthians na década de 60, mas, além de sua habilidade e capacidade de criação, teve no clube também a presença do irmão Vanderlei, que atuou em duas partidas na temporada de 1962.José e Raphael Apparício.

Este artigo foi resumido em 74%

Originalmente Publicado: 16 de Setembro de 2020 às 09:32

Fonte: Meutimao.com.br