A Organização Mundial da Saúde soa um alerta diante do aumento do número de casos da covid-19, num momento em que diversos países europeus voltam a registrar novas ondas de contaminações.

A especialista admite que parte do aumento ocorre diante da maior capacidade de realizar testes.

“Mas o que realmente preocupa que não vemos apenas um aumento de casos, mas de internações e do uso de UTIs”, disse.

“Se a onda continuar a crescer, nossa capacidade de testar fica mais difícil até que chega ao ponto de ficar impossível”, afirmou.

“O maior medo de que, se casos aumentarem nos hospitais, podemos voltar a ter a crise de março e abril”, disse Ryan.

Para a OMS, as pessoas ainda precisam avaliar o fato de que a ciência não conhece o impacto de médio e longo prazo da doença.

Mas ela destaca uma mudança na demografia dos infectados na nova onda de casos, com um número maior de jovens.

Este artigo foi resumido em 76%

Originalmente Publicado: 16 de Setembro de 2020 às 14:27

Fonte: Uol.com.br