Com a atualização do iPad Air, muitos potenciais consumidores ficaram em dúvida: o novo tablet intermediário da Maçã tem o mesmo design e um processador mais novo do que o iPad Pro de 11 polegadas, que algumas centenas de dólares mais caro.

Externamente, será muito difícil distinguir o novo iPad Air do iPad Pro menor: ambos tem o design muito parecido, com a tela de bordas reduzidas, sem botão de início, com laterais e traseira chapadas e Smart Connector.

O iPad Pro, entretanto, tem ainda uma lente ultra-angular de 10MP e um sensor LiDAR, para escanear o mundo ao seu redor e oferecer experiências de realidade aumentada ainda mais realistas - o novo iPad Air, por sua vez, não tem nada disso.

Aqui, o novo iPad Air e o iPad Pro se equiparam: ambos trazem suporte ao Apple Pencil de segunda geração e são capazes de prender/carregar o acessório na sua lateral.

Para quem precisa de muito espaço interno, o iPad Pro ainda insuperável: ele vendido em versões de 128GB, 256GB, 512GB e 1TB, enquanto o novo iPad Air - assim como o seu antecessor - tem apenas versões de 64GB e 256GB. Bateria.

O tamanho da bateria diminuiu no novo iPad Air em relação ao seu antecessor; ainda assim, a Apple afirma que o novo modelo dura o mesmo que o anterior em condições normais de uso - até 10 horas navegando na internet usando o Wi-Fi, assistindo vídeos ou ouvindo música.

Se antes tínhamos uma fonte de alimentação de 10W, agora ela passou para 20W, com conector USB-C - ou seja, além de um carregador mais potente, temos agora um cabo USB-C nas duas pontas em vez de um Lightning/USB-A. O carregador do novo iPad Air até mesmo melhor que o do iPad Pro, o qual tem 18W. .

Este artigo foi resumido em 70%

Originalmente Publicado: 15 de Setembro de 2020 às 21:38

Fonte: Uol.com.br