Os efeitos adversos que levaram a uma interrupção nos testes de avaliação da candidata a vacina contra covid-19 da AstraZeneca podem não estar associados própria vacina, de acordo com um documento publicado pela Universidade de Oxford na internet que detalha informações dos participantes.

A inscrição nos testes globais da vacina da farmacêutica britânica, que está desenvolvendo o imunizante juntamente com pesquisadores de Oxford, foi suspensa no dia 6 de setembro depois que um participante do teste realizado no Reino Unido teve um efeito colateral grave que se acreditou ser uma inflamação da medula espinhal chamada de mielite transversa.

Pfizer diz que vacina contra covid-19 mostra efeitos colaterais leves.

Este artigo foi resumido em 1%

Originalmente Publicado: 16 de Setembro de 2020 às 17:30

Fonte: Uol.com.br