O descontentamento do Grêmio com a arbitragem no empate com o São Paulo, na noite de sábado, terá um prosseguimento nos próximos dias.

“Certamente nós iremos tomar uma posição muito dura, contundente, veemente. O que aconteceu aqui hoje foi uma vergonha nacional, que coloca o campeonato sob suspeição” O final da noite de sábado e o início da madrugada de domingo explicitaram a inconformidade tricolor no Morumbi.

Na quinta-feira, os diretores do São Paulo Raí e Alexandre Pássaro estiveram na CBF para debater os erros da arbitragem que entendiam contra sua equipe.

Este conjunto de fatores fará o Grêmio encaminhar um ofício formal CBF para solicitar uma reunião com o chefe da comissão de arbitragem.

“O que houve aqui foi um assalto! Assalto! Assalto! Assalto! O Luiz Fernando sofreu uma falta de expulsão, vergonhosa, do Daniel Alves, como o Alisson já tinha recebido uma falta que o tirou praticamente do jogo. Com a complacência do árbitro, sem que tomasse uma atitude, porque já estava condicionado” - Ele veio para São Paulo condicionado.

E esperamos que tenham condições, não de reparar este erro, porque os dois pontos já estão perdidos, mas, daqui para frente, agir com isenção, correção e estabelecer justiça para todos os 20 participantes do Campeonato Brasileiro - esbravejou Paulo Luz.

O Grêmio lidera o Grupo E com 10 pontos e já está classificado às oitavas de final.

Este artigo foi resumido em 65%

Originalmente Publicado: 18 de Outubro de 2020 às 07:09

Fonte: Globo