José Sarto o candidato do grupo político de Ciro Gomes em seu reduto, e enfrenta Capitão Wagner, que ganhou projeção ao atuar no motim da polícia no estado em 2012 e recebeu endosso eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, embora não tenha feito campanha usando o nome do presidente.

Nós vamos implementar um sistema de videomonitoramento e reforçar o efetivo da guarda municipal, treinar, capacitar, dar uma farda digna, um armamento para que eles possam se defender e defender o cidadão.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, pediu que o presidente Jair Bolsonaro fosse ao Rio fazer campanha.

Minha relação com o presidente de apoio, mas de entendimento que eu tenho que divergir quando eu não não acredito em alguma pauta.

O apoio do presidente é, sim, bem-vindo, mas não posso dizer que sou afilhado político dele, como o Sarto dos Ferreira Gomes.

Já tivemos o ex-ministro Sergio Moro dizendo que a minha participação foi no sentido de apaziguar, de resolver o problema em 2020.

Como eu sei que ele não vai ser punido, então não justo punir policial e deixar isento o senador.

Este artigo foi resumido em 74%

Originalmente Publicado: 21 de Novembro de 2020 às 11:03

Fonte: Globo