Eleitor morre em hospital uma semana após ser espancado quando comemorava vitória de candidato - Foto: Arquivo pessoal.

Um dentista de 29 anos, identificado como Lázaro Teles Felinto, morreu, neste sábado, no Instituto Doutor José Frota, onde estava internado, seis dias após ter sido espancado com chutes e socos na Avenida Simões de Góes, no município de Jaguaruana, no interior do Ceará.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública informou que a vítima se envolveu em uma discussão na Avenida Simão de Góis, no Bairro Centro, com pessoas já identificadas.

Conforme o relato de uma amiga da vítima, Lázaro Teles estava reunido com um grupo de profissionais da saúde por volta das 21h, quando três homens chegaram ao local e, sem briga ou desentendimento, agrediram o dentista.

Lázaro foi golpeado com um murro no rosto, caindo desacordado.

O mesmo trio tentou agredir um médico, amigo de Lázaro, que estava com ele no momento da confusão.

Lázaro foi socorrido com sintomas de otorragia - sangramento pelo ouvido -, para um hospital de Jaguaruana, e transferido em seguida para o IJF devido a gravidade do estado de saúde dele.

Este artigo foi resumido em 32%

Originalmente Publicado: 21 de Novembro de 2020 às 17:02

Fonte: Globo