Na manhã desta segunda-feira, o Galo anunciou a saída de Alexandre Mattos do cargo de diretor de futebol.

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Atlético-MG - Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG. O diretor de futebol tinha contrato com o Galo até o fim de 2021, e o vínculo possuía uma multa por rescisão contratual, no valor de cerca de seis meses do salário do dirigente.

Nome forte para assumir o cargo de Mattos no Atlético, Rodrigo Caetano, que deixou o Internacional no último mês, foi procurado pelo ge.

Optou-se por montar um time de dirigentes alinhados com o perfil administrativo e os propósitos deste recém-criado conselho - disse o comunicado do Galo Mattos ficou pouco menos de um ano no Atlético.

O Clube Atlético Mineiro acertou, nesta segunda-feira, 4 de janeiro, a rescisão contratual com o diretor de Futebol Alexandre Mattos.

O encerramento do vínculo com Alexandre Mattos fruto de decisão do órgão especial colegiado, composto pelo presidente Sérgio Coelho, pelo vice-presidente José Murilo Procópio e pelos conselheiros e apoiadores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin.

A mudança na diretoria de futebol converge para a nova política de gestão que vai permear o Galo nos próximos anos, com foco na austeridade administrativa, por meio das melhores práticas de governança; na reestruturação das categorias de base; na construção da Arena MRV; e na manutenção de um time profissional altamente competitivo.

Este artigo foi resumido em 49%

Originalmente Publicado: 4 de Janeiro de 2021 às 11:55

Fonte: Globo