Em sua primeira entrevista coletiva como presidente do São Paulo, cargo que assumiu no dia 1 de janeiro, Julio Casares reforçou o impacto da crise financeira do clube no início de sua gestão.

Nesta segunda-feira, em evento virtual, Casares afirmou que o futebol “Estará inserido nessa nova realidade”, que a busca por reforços começará por atletas da base e evitou prometer a manutenção das revelações de Cotia no elenco.

Claro que o futebol vai estar inserido nessa nova realidade financeira - disse Casares, que passou os últimos quinze dias numa gestão compartilhada com a equipe do antigo presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva.

Mas o ideal que o garoto ame o São Paulo, deixe um legado esportivo - afirmou Casares.

A minha meta será avaliada no final, pelo sócio, pelo torcedor, assim que vivo aqui no São Paulo.

Casares também busca um diretor executivo para o futebol, que assumirá a vaga de Raí, em fevereiro, quando terminar o Campeonato Brasileiro.

Casares admitiu pressão por títulos - o São Paulo não campeão desde 2012, quando venceu a Sul-Americana -, mas disse que o jejum será motivo para que o clube abra mão de responsabilidade financeira.

Este artigo foi resumido em 86%

Originalmente Publicado: 4 de Janeiro de 2021 às 14:35

Fonte: Globo