LONDRES e BARCELONA - A Escócia e a Inglaterra determinaram uma quarentena total nesta segunda-feira para controlar a disseminação da Covid-19, que está acelerando nos países com o avanço de uma cepa mais transmissível do coronavírus.

A variante, descoberta em 14 de dezembro no sudeste da Inglaterra, 70% mais contagiosa do que o vírus que circulava inicialmente.

O premier também informou que, se o cronograma do programa de vacinação correr conforme o planejado e o número de casos e óbitos responderem ao confinamento como esperado, deve ser possível relaxar a quarentena até meados de fevereiro.

Na Catalunha, o governo regional anunciou nesta segunda-feira que vai aumentar as restrições para combater o avanço da pandemia, proibindo os moradores de saírem de seus munícipios, menos por motivos considerados essenciais, fechando academias e shoppings.

As novas restrições na Catalunha, que tem o segundo maior número de infecções e mortes na Espanha depois de Madri, começarão na quinta-feira e irão durar até 17 de janeiro.

Temos que interromper a transmissão e a principal forma de fazer isso reduzir toda a atividade social - disse o chefe de saúde catalão Alba Verges, acrescentando que a ajuda financeira será dada aos setores mais atingidos pelas novas restrições.

As novas medidas não afetarão bares e restaurantes, que ainda podem receber clientes durante o café da manhã e o almoço, além de poder entregar refeições em casa.

Este artigo foi resumido em 67%

Originalmente Publicado: 4 de Janeiro de 2021 às 14:36

Fonte: Globo