O ano de 2021 para o mercado de soja começa com o mesmo panorama observado no ano passado.

Acompanhe abaixo os fatos que deverão merecer a atenção do mercado de soja na semana que vem.

O mercado de soja inicia o ano atento principalmente a fatores ligados oferta de soja nesta nova temporada.

Embora ainda seja cedo para definições nestas regiões, a tendência de que os efeitos negativos do La Niña alcancem seu auge entre final de janeiro e início de março leva o mercado a antecipar possíveis grandes perdas produtivas, principalmente na Argentina.

A tendência que o USDA traga um novo corte nos estoques norte-americanos de soja, que já são os menores em cinco safras.

Os fortes números de exportação e de esmagamento norte-americanos nos últimos meses podem levar a um aumento nas estimativas do USDA para estes fatores, o que apertaria ainda mais os estoques;.

No lado financeiro, o mercado continua demonstrando maior tranquilidade frente ao avanço da vacinação em diversos países, o que abre caminho para o retorno de fundos ponta compradora na renda variável.

Este artigo foi resumido em 59%

Originalmente Publicado: 9 de Janeiro de 2021 às 10:03

Fonte: Canalrural.com.br